Xi Jinping, 2020: “Aos 40 anos, Xenzen lidera a nova jornada da China rumo à modernização socialista”



Dia 26 de agosto de 1980, o Comitê Central do 5º Congresso nacional do Povo, órgão máximo do governo chinês, aprovou o estabelecimento de zonas econômicas especiais em Xenzen, Zhuhai e Xantou nas províncias de Guangdong e Xiamen na província de Fujian.

Depois de 40 anos de rápido crescimento, Xenzen figura hoje entre as cinco primeiras cidades asiáticas, em termos de Produto Interno Bruto (PIB), e em 2019 cresceu à taxa anual de 20,7% para 2,7 trilhões de yuan (cerca de US$400 bilhões).

O estabelecimento das ZEEs é movimento muito inovador, executado pelo PCC e o país, na promoção da reforma e da abertura, bem como da modernização socialista – disse Xi.

Como for nave madrinha do desenvolvimento da indústria chinesa de alta tecnologia, Xenzen ferve de promissoras startups e de empresas pesos-pesados de alta tecnologia, dentre as quais Huawei e Tencent. Em 2019, o investimento da cidade em P&D foi equivalente a 4,93% do PIB local, e superior a 3,81% em 2012.

Xi identificou a valiosa experiência de Xenzen e das outras ZEEs, destacando a coesão sob a liderança do Partido e a promoção do sistema socialista com características chinesas, a adesão à noção de que desenvolvimento é fator de importância crucial, o comprometimento persistente com a abertura em todas as frentes, o assumir a inovação como força de impulso primária, seguindo a filosofia do desenvolvimento centrada no povo, com cumprimento de legislação científica, aplicação estrita da lei, imparcialidade do Judiciário e respeito de todos à lei.

O presidente também destacou experiências como o sucesso do desenvolvimento continuado da economia e da sociedade, com atenção à ecologia e ao meio ambiente de modo abrangente e coordenado, implementando o princípio fundamental de “um país, dois sistemas”, de modo abrangente e acurado, assegurando o pleno movimento pioneiro e exemplar das ZEEs, ao mesmo tempo em que se elaboram planos gerais para o país.

NOVAS MISSÕES HISTÓRICAS

Construindo sobre sucessos já alcançados, o Comitê Central do PCC, diante de mudanças profundas nas situações internacionais, atribuiu a Xenzen novas missões históricas, dentre as quais liderar o país rumo à modernização socialista.

No discurso de ontem, Xi convocou Xenzen a se autoconstruir como zona piloto para o socialismo com características chinesas, demarcar um exemplo a ser seguido por um país socialista moderno, ampliar as próprias capacidades para implementar a nova filosofia do desenvolvimento, construir novo padrão, para aprofundar a reforma em todos os pontos e expandir, abrindo-se em todos os fronts. E contribuir para a construção da Grande Área da Baía Guangdong-HongKong-Macao (ing. Guangdong-Hong Kong-Macao Greater Bay Area) para enriquecer as novas práticas do modelo “um país, dois sistemas”.

O presidente chinês também convidou outros países a participar mais na reforma, na abertura e no desenvolvimento de Zonas Econômicas Especiais da China.

A participação de outras nações sempre foi indispensável na construção de Zonas Econômicas Especiais ao longo dos últimos 40 anos, o que, por sua vez, também criou vastas oportunidades de desenvolvimento e garantiu benefícios do desenvolvimento também para outros países– disse o presidente chinês.

O convite de Xi veio dias depois de a China ter revelado um plano para implantar reformas-piloto em Xenzen, que visam a fazer da cidade, nos próximos anos, uma área de demonstração do socialismo com características chinesas.

A cidade, que recebeu maior autonomia na reforma de áreas importantes e conexões chaves, como na reforma econômica baseada no mercado e criação de ambientes reconhecidos por lei para negócios planetários, construindo economia aberta de alto nível, provendo serviços que facilitem a vida do povo, e aprimorando o espaço e o ambiente urbano.

Convocou a cidade a implementar empenhadamente, sem descanso, a nova filosofia de desenvolvimento e a completar um desenvolvimento de alta qualidade, com o aprofundamento da reforma em todas as frentes, e expansão da abertura em todas as direções.

Xi destacou a importância de se modernizar o sistema e a capacidade de gestão urbana de Xenzen mediante soluções inovadoras e resolvendo problemas de gestão urbana com mentalidade e métodos do Estado de Direito.

Destacou também a importância de esforços para superar dificuldades nas áreas do emprego, da educação, da atenção médica à saúde, da seguridade social, da moradia, da atenção aos mais velhos, da segurança alimentar, da ecologia e do meio ambiente, e da segurança pública.

Xi conclamou Xenzen a promover cada vez mais ativamente a construção da Grande Área da Baía Guangdong-Hong Kong-Macao (ing. Guangdong-Hong Kong-Macao Greater Bay Area), com renovados esforços para gerar sinergias entre regras e mecanismos econômicos nas três regiões, pedindo intercâmbios mais amplos e integração mais profunda entre os jovens nessas regiões, para fortalecer neles o sentimento de pertencimento à pátria mãe.

“A História escolheu Xenzen há 40 anos, e Xenzen criou um milagre. Hoje, a cidade está sendo novamente escolhida, e deve fazer diferença ainda maior” – disse Wang Weizhong, secretário do PCC de Xenzen.******* 


Pages: 1 2